3 de dezembro de 2012

Diferença entre Alergia e Intolerância 2

Eu sempre fico admirada como as pessoas que tem um problema podem se conformar em saber tão pouco sobre ele.
Com muita frequência as pessoas acham que Alergia às proteínas do leite de vaca é a mesma coisa que Intolerância à lactose, talvez porque fala-se muito mais em produtos sem lactose e não o suficiente sobre as reações Alérgicas que o leite pode causar.

Aqui seguem as diferenças segundo uma nutricionista e pesquisadora do assunto Dra. Shirley de Campos:

Alergia ás proteínas do Leite de Vaca.
A reação alérgica é uma resposta imunológica do organismo frente a um determinado estímulo (neste caso a ingestão de certas proteínas presentes no leite de vaca, que são a caseína alfa-s1, lactoalbumina e beta globulina (estas últimas ditas proteínas do soro ou séricas). Tal estímulo desencadeia a liberação de histaminas (anticorpo-antígeno) produzindo os sintomas alérgicos como  diarréia, otite, bronquite, erupções cutâneas e corrimento nasal, falta de ar, inchaço, podendo até mesmo chegar ao óbito por choque anafilático.
A alergia é causada por uma predisposição genética e tende a acompanhar a pessoa por toda a vida.


Intolerância a lactose:
A lactose é o açúcar na natural do leite, classificado como dissacarídeo, formado por uma molécula de glicose e galactose. Na indústria láctea a lactose provém energia para bactérias acido láticas (a qual denominamos de fermento lático ou cultivo lático).   Para ser absorvida pelo intestino, a lactose necessita ser quebrada em porções menores por meio da ação de uma enzima chamada lactase,nativa no intestino delgado e na superfície da mucosa intestinal. Quando há deficiência da lactase, mesmo que parcial, as quantidades de lactose ingeridas não são hidrolisadas (quebradas) e permanecem intactas no intestino delgado, atraindo água para a região e provocando dores e edemas. A lactose não absorvida passa então para o intestino grosso sendo, utilizada pelas bactérias (ocorrendo fermentação). Esse processo produz gás e atrai ainda mais água. O resultado é dor, edemas, flutuência e diarréia, além de comprometer a digestão e absorção de outros nutrientes.Cerca de 75% das pessoas no mundo, à medida que envelhecem, perdem a maior parte da sua capacidade de produzir lactase.

2 de dezembro de 2012

Viajando com alérgico: Florianópolis

Em todas as minhas viajens eu sempre procuro planejar o que vou fazer, onde vou passear. E quando chego ao local confiro e sempre anoto onde foi melhor, especialmente para indicar à quem tem alergia ao leite de vaca como a minha filha.
No feriadão de Novembro eu estive em Florianópolis, ou como dizem Floripa, e aqui estão as dicas que salvei para vocês:


- Praia do Forte no lado Norte da Ilha. Maravilhosa para ir com crianças, pois é calma, linda e bem frequentada. Passamos dois dias lá e ficamos no restaurante Pescador Lobo que tem mesas na areia com cobertura, serviço rápido e gentil, a comida é muito boa e atenderam as nossas solicitações de fazer comida sem leite de vaca ou traços dele.
Você pode aproveitar e no caminho visitar o Forte que dá o nome à praia, e além de se maravilhar com a vista conhecer mais sobre a história da Ilha.

- Praia "Barra da Lagoa" onde fica o Projeto Tamar.
Vale a pena chegar cedo e se instalar na Barraca Veredas que tem guarda-sóis e espreguiçadeiras e fica longe da muvuca do centro da Barra da Lagoa. A barraca tem infraestrutura, serve um almoço legal para que tem alergia. Se for de carro deixe-o no estacionamento da barraca e aproveite para visitar o Projeto Tamar, que fica há 2 quadras e vá ver as enormes tartarugas marinhas, o melhor horário é perto das 15h que é quando eles as alimentam.

- Praia de Jurerê Internacional, Norte da Ilha. Cheia de casas e apartamentos maravilhosos, é uma praia bonita, bem frequentada, mas não tem barracas de praia, as opções são restaurantes à beira-mar que se transformam em balada ás 16h e vão até às 22h, horário obrigatório do silêncio no bairro, lá tem a Pachá - Parador 12 - Café de La Music.

- Supermercados - fiquei admirada de encontrar tantos produtos sem leite de vaca. No supermercado Imperatriz de Jurerê tinha tudo o que eu precisava para minha filha alérgica, incluindo chocolate olvebra, biscoitos, pães, etc.

- Shopping Floripa - Paulista tem de visitar Shopping, então escolhemos o Floripa que é Iluminado, espaçoso, e com várias franquias conhecidas na praça de alimentação. Comemos no Bom grille, onde fomos muito bem atendidos e não tivemos problemas em obter uma refeição sem traços de leite de vaca.

Como você pode perceber Floripa tem muitas opções, e como eu estava com as crianças acabei ficando na parte Norte da Ilha, mas tenho certeza que há muitos outros lugares para se visitar.

Como eu já mencionei antes: O maior problema que sempre vejo para quem tem alergia, é a falta de compreensão que as pessoas que lidam com comida tem ao se falar em traços de leite. Seja na minha cidade ou viajando, explicar para quem nos atende que não se pode consumir nada que tenha tido contato com leite, margarina, manteiga, queijo, etc é fundamental para não ter problemas, e se as pessoas conseguirem compreender, a felicidade de ver a minha filha poder consumir a comida e se divertir não tem preço.

Receita Bicho de Pé

Para a fsta de aniversário deste ano da minha filha eu resolvi fazer Bicho de Pé, o famoso brigadeiro Rosa que tantas crianças adoram para combinar com o tema da festa que foi "Monster High".



Bicho de Pé  - versão de colher
Ingredientes
1 lata leite condensado de Soja;
6 colheres de sopa de Moka Morango Instantâneo;
3 colheres de sopa de margarina Becel sem sal;
3 colheres de sopa de creme de soja;
Copinhos plásticos individuais;
Opcional confeitos coloridos para enfeitar.

Preparo
Despeje  numa panela o leite condensado, a margarina, o Moka de Morango, leve ao fogo e mexa até a massa soltar da panela.
Acrescente então o creme de soja e verifique a consistência que deve ficar um pouquinho mais mole do que a de um brigadeiro para enrolar.
Deixe esfriar um pouco e então despeje em copinhos.
Se quiser despeje por cima um pouquinho de confeitos coloridos para enfeitar.

1 de dezembro de 2012

Panetone sem leite de Vaca

Esta é a época do ano em que todos adicionam ao seu cardápio o pão mais tradicional do Natal, o Panetone. Existem váriaz receitas que podem trazer satisfação, mas é sempre mais fácil comprá-los prontos, então abaixo segue as sugestões que encontrei Panetone sem leite de vaca.  
 
Há alguns anos a Village já havia inovado trazendo ao mercado o panetone sem leite, na versão frutas.
Panettone Village Light Panettone de Frutas, com 25% menos calorias e sem adição de açúcar. Alto teor de fibras. Aprovado pela ANAD (Associação Nacional de Assistência aos Diabéticos). 80g 500g.
site oficial Village .

Este ano encontrei o panetone da SOS Alergia, que garante não ter leite, ou traços dele.
Mini Panetone SOS Alergia de Frutas Sem Leite, soja e ovos 280g
Mini Panetone SOS Alergia de Frutas Sem Leite, soja e ovos 280g
Loja SOS Alergia


Lembrando que as sugestões acima não contém leite, mas que mesmo já tendo sido testados por mim, muitas vezes as fábricas fazem alterações, portanto antes de consumir leia o rótulo, siga seus passos de segurança e se achar necessário ligue para o Sac do fabricante.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...