29 de maio de 2013

Sempre à procura de uma saída

Nunca desistir de encontrar uma saída para a Alergia ao Leite de Vaca.
Este é o trabalho de mães e pais dedicados, como eu.

A alergia ao leite de vaca não é uma coisa fácil de se conviver, temos todos os dias de ler rótulos,
perguntar em todos os lugares onde vamos comer se existe a possibilidade de haver traços de leite, explicar para as muitas pessoas que não sabem o que é a alergia o motivo de não poder haver traços se não o nosso filho pode morrer, fazer comida sem leite e adotar uma restrição total na nossa casa para que não aconteçam acidentes, planejar passeios e viajens onde seja possível não haver contato com o leite.
Enfim eu poderia escrever mil atividades que requerem um esforço extra para qualquer pai ou mãe de um alérgico ao leite de vaca.

Mas o mais importante no nosso dia a dia é nunca se acomodar. Sejam produtos, médicos ou tratamentos.
Num mundo onde a informação viaja tão rápido, tem de haver uma saída, uma informação que possa ajudar os nossos filhos/as.

Então eu faço sempre assim, pesquiso, e quando acho novidades, divido com vocês.
Se você quiser dividir comigo, sempre será benvindo.

3 comentários:

Simone Reis Lima dos Santos disse...

Oi, me chamo Simone, sou do Rio de janeiro, tenho dois filhos e apenas a minha filha Eduarda tem alergia a leite de vaca, descobrimos quando tinha sete meses quando ingeriu sua primeira mamadeira de NAN, hoje ela está com cinco anos de lá pra cá, apenas ingeriu leite duas vezes por erro de pessoas, o que resultou em cólicas, inchaço nos olhos dor no estomago. Uma vez foi um pastel de carne frito junto com os de queijo e a outra vez um açaí que bateram junto com sorvete.
Estou encantada pelo seu blog e pelos seus relatos, não me sinto mais tão sozinha quando leio seus relatos...
Queria saber mais sobre os tratamentos que você mencionou?
A minha Eduarda, se beijarmos com a boca suja de queijo ou derivados de leite ela se empola. No alergista o nível dela de alergia deu 15 o nível de alergia a leite, o braço ficou empolado por dois dias e ate febre ela teve.
Ele não tem um tratamento, nos orientou que apenas retirássemos o leite da alimentação dela e foi o que fizemos.
Ela sobre em ver os amigos na escola comer as coisas e não poder, comercias ela sempre pede para se um dia passar a alergia eu comprar as coisas para ela.
Vou te acompanhar aqui, parabéns pelo blog!
Beijos

Ana Domingues disse...

i Simone, o complicado da alergia é que apesar de termos comum cada indivíduo responde de maneira diferente.
A dessensibilização que fizemos com minha filha foi tentada por uma série de motivos, mas principalmente por ela correr risco de vida.
Aqui em SP tem poucos locais que fazem, mas eu acredito que em breve outros locais farão. Entre em contato com a Dra Aryana Campos Yang, quem sabe ela possa indicar algum médico no Rio de Janeiro.
bjo.
Ana

Aline Salles disse...

Oi, Ana. O tratamento de dessensibilização do Leite de Vaca está sendo feito no Rio,na Policlínica Geral do Rio de Janeiro. Fica aí a dica para as mamães que tem seus filhos com Alergia ao Leite de Vaca.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...