14 de fevereiro de 2012

Minha história

A minha filha é alergica ao leite de vaca desde os 7 meses de vida.
Minha filha nasceu em 2004 e eu a amamentei, exclusivamente até o 6º mes, desde os primeiros dia de sua vida ela teve refluxo, doença que faz com que o leite retorne após ser ingerido, algo muito parecido com vômito.
Aos 4 meses ela ganhava bem peso, mas algo aconteceu e ela passou a recusar a ser amamentada, e o parou de ganhar peso, como crescia ao 6º mes ela já apresentava aumento de peso abaixo da linha do percentil 30, o que é muito ruim para qualquer bebê.
Preocupados com o ganho de peso, a pediatra nos indicou que introduzíssemos os alimentos, inclusive ricota, e mesmo outros produtos que continham leite de vaca. Nós tentamos, mas ela não comia, e quando esbarrávamos o leite nela ela ficava vermelha.
Aos 7 meses, ela não gostava de comer nada, nem mamar, então um dia demos para ela uma mamadeira de leite de vaca, tipo uns 100 ml, ela tomou e desenvolveu uma febre que não baixava.
Cismada com o diagnóstico eu pesquisei na internet e solicitei para a pediatra que fizéssemos um RAST para alergia de leite.
Foi então que descobrimos que ela era alergica ao leite de vaca, e uma dieta de restrição para ela foi iniciada, mas até então eu não sabia que deveria entrar em dieta também, e continue amamentando ela até 1 ano e 3 meses.
As reações que ela tinha ao leite de vaca eram: vômito, vermelhidão na pele quando tinha contato, diarreia.
Os anos passaram e a alergia dela continuou  aumentando, a cada Rast que fazíamos a resposta à Caseína aumentava, o que segundo os médicos é a proteína que dá o prognóstico da alergia.
Aos 4 anos de idade ela teve uma anafilaxia respitarória, por ingestão de um suco de caju que adoçaram com leite condensado, um acidente... Fomos para nos hospital porque ela não conseguia respirar.
A partir daí ela não podia mais comer nada, nem com traços, que ela rapidamente entrava em anafilaxia respiratória.
Para uma criança não é uma vida fácil, cheia de restrições, não poder nem que os amigos que comeram brigadeiro pudessem enconstar nela que ela já ia parar no hospital.
E para piorar as estatísticas não são muito boas para quem passa dos 5 anos de idade e tem alergia ao leite de vaca. 
Ela então fez 6 anos e decidimos procurar uma solução que nos ajudasse.
Ouvimos falar de um tratamento de dessensibilização, ele ainda está em testes, ainda não há um protocolo totalmente definido, mas entre correr risco de vida a cada dia, e tentar uma solução nova, escolhemos a solução.
Ela começou o tratamento dia 21/09/2011, e muita coisa mudou, mas no meio do caminho ela teve uma reação alergica não mediada, vômitos, causados por uma esofagite eosinofílica, e tivemos de estacionar no tratamento.
Hoje ela tem 7 anos, continua com restição total de alimentos que contenham leite de vaca, mas ela é uma garota saudável, e tenho fé que um dia ela vai superar.

Eu decidi escrever este Blogg em 2009, para dividir e multiplicar conhecimentos.
Se você tiver dúvidas, comente, eu sempre respondo.

11 comentários:

Profª Edna disse...

Olá

Meu nome é Edna e tenho dois filhos um menino de 11 anos e uma menininha de 2 anos e 1/2, o meu filho tem alergia a perfume, pó, tem asma e rinite, mas a minha filhinha tem alergia a leite de vaca e clara de ovos, nossa estava pesquisando sobre tratamento e vi esse blog que me deixou super feliz, até que enfim achei alguém que fala a minha língua e entende o que passamos com nossas crianças, ando tão triste pq não sei o que fazer para que minha filha não passe por estes efeitos do leite descobri quando ela tinha 3 meses de vida e ate agora não melhora parece que piora, eu não sei o que fazer umas das minhas dificuldades e morar com a minha sogra e o pessoal aqui achar que não é grave, mas vou levando eu adorei poder ler e escrever sobre este problema que tanto me aflige obrigada desde já Edna - minha filha chama-se Amanda

Ana Domingues disse...

Olá Edna, é sempre bom achar os semelhantes, né?
É muito importante que todas as pessoas envolvidas com a vida da sua filha compreendam a gravidade da situação.
Alergia ao leite de vaca pode se tornar muito grave, e até matar.. minha filha já teve alguns choques anafiláticos, que se não fosse tratados poderiam ter causado morte.
Se a sua sogra não compreende isto, leva-a junto com vc ao alergologista, ele vai explicar, e quem sabe ela se sensibilize.
Se tiver outras perguntas, fique à vontade e comente.

Profª Edna disse...

Boma dia Ana

Fiquei muio feliz, por você me responder obrigada, Ana estou tento dificuldades em alimentar a minha filha esta rejeita tudo o que eu faço para ela comer não sei o que fazer ela até mês passado ainda mamava leite materno e agora só quer tomar Ades, ela não esta se desenvolvendo e nem ganhando peso , não sei o que fazer a pediatra me pediu um monte de exame ela sente dores a pediatra disse que ela esta com falta de cálcio, e tomando direto o hixizine isso também não é bom, se você tiver alguma dica para eu conseguir fazer ela comer me diga eu já não sei mais o que fazer, um abraço obrigada desde já Edna, obs: adorei saber o ovo trufado este também era meu pesadelo.rs bom dia

Beatriz Gosmin disse...

Oi!

Quando pequena eu tive alergia, mas como não tinha toda essa modernidade, fiz tratamento com minha mãe (também alérgica) e "nos curamos". Acontece que agora, com 17 anos, há quase 1 ano voltei a ter coceiras, urticárias.

Minha mãe não deixou passar nem 1 mes e fui no médico. No teste de alergia deu vários alimentos: arroz, feijão, soja, clara de ovo, alface, batata, milho, carne de porco.

Comecei a tomar as gotinhas e tudo bem. Por 6 meses.
Porém, antes de dar os 6 meses, minha casa entrou em reforma e comecei a ter reações de espirros e coceira nos olhos por causa do pó.

completo os 6 meses fiz novamente o teste (ontem, pra ser exata), e há algumas semanas tenho sentido dores abdominais, dor de estomago e ansia de vomito.

no teste deu que tenho alergia a pó, ácaros e outros coisas do ar e algumas plantas.

E também desenvolvi mais alimentos alérgicos como leite de vaca, chocolate, azeitona.

Porém alguns dos outros melhoraram e até sumiram (menos o alface).

O médico disse que tende a piorar, mas não tem como eu tirar tudo isso do meu cardápio.

Desejo boa sorte pra sua filha!

Ana Domingues disse...

Olá Beatriz,
Obrigada pelo comentário.
Espero que você encontre opções para melhorar.

Rafael, Andrea e Eduardo Schulz disse...

)lá, me chamo Andre e tenho um lindo menino agora com 2 anos e 2 meses o Rafael; corri de médico em médico e até agora não chegamos a conclusão nenhuma, meu ele não dá positivo ou alterado em nenhum exame, é normal? Você conhece algem assim?, ele já tomou aminomed e agora usa neocate, mas não consigo evitar os traços de leite e soja ( a médica proibiu a soja também) mas desde os nove meses onde ele começou o tratamento (ele tinha refluxo mas nunca gorfava (tomava aptamil ar) de um dia para o outro passou a vomitar em jato quase tudo que comia e o leite á noite... com a retirada do leite ele quase não vomita mais.
Alguém que não altera nenhum resultado de Igm...Igg... rast... pode ser alergico alimentar??? socorro

Ana Domingues disse...

Olá André. Sim é possível ter alergia alimentar e os exames para alergia serem inalterados, ou negativos, este tipo de alergia chama-se não mediada, e ela tem reações mais tardias. Você já procurou um ALERGOLOGISTA? Este é o médico que poderá lhe ajudar a entender melhor o que se passa com seu filho. Se o seu filho é alergico você precisa evitar os traços, se não é probalibidade dele ficar bom é menor.

angela ramalho disse...

oi Ana
Meu filho tem alergia a proteina do leite,lento a sua historia parece ter os mesmos sintomas q sua filha ele vai fazer 4 anos e cada dia q passa parece q alergia dele piora,comentei com pediatra dele sobre dessensibilizacao,ele falou q nos poderiamos tentar mais nao me explicou muita coisa nem pediu exames,estou com medo pois nao sei os riscos q ele pode correr.Ana nessa dessensibilizacao ele tem q fazer teste com leite todos os dias ou 1 vez na semana.Ainda nao tive coragem de por ele na escola fico com muito medo q aconteça alguma coisa com ele,Ana se vc poder me respoder serei muita grata a vc adorei seu blog...
obrigada
ANGELA RAMALHO

Vanessa Beck disse...

Ola.. muito bom encontrar seu blog. Tenho 33 anos e minha mãe corre comigo ao hospital desde os 9 meses de vida. Graças a Deus muita coisa mudou na medicina; acho que sempre tive a alergia, mas só fui diagnosticada ontem, quando cansada de estar sempre doente e em tratamento de problemas renais, asma, bronquite e etc, procurei um imunologista. Vou estar sempre por aqui. Beijos

Ana Domingues disse...

olá Vanessa, fico feliz que você tenha descoberto finalmente um diagnóstico para os seus males.
Fique à vontade para ler, e perguntar à vontade. Respondo com prazer.
Até breve.

Paula Rosa disse...

Ana neste momento estou muito emocionada , pois acabei de ler todas as suas postagem (todas uma a uma) TENHO UM FILHO ALERGICO A PROTEINA DO LEITE ele tem 5 anos hj descobri com 1 e meio quando ele ficou todo impipocado com febre altissima e diaareia e vomito achei que ia perde-lo pois ficou sem força pra nada depois disso a pediatra pediu para trocar o leite para de soja adess deste entao ele o toma mas nao gamnha peso e nem esta crescendo hj ele pesa 15 kg e mede 1 m muito abaixo levei sempre no alergologista mas nunca me deram um tratamento especifico somente tirei o leite ao poucos fui introduzindo os derivados ele nao tinha reações graves mas estava sempre se coçando muito e hj lendo seus textos percebi a tamanha burrada que fiz levei ele no alerg, e ela pediu para tirar tudo so que nao me esplicou entao me bateu uma necessidade grande de começar entender o que estava acontecendo pois percebi que quando ele se alimenta de alguma coisa nao so o leite mas o corante ataca as vias respiratoria neste final de semana comecou com uma tosse de cachorro falta de ar e muita coceira e vermelidoes nos joelhos e coçeira claro hj compreendi como fui negligente to me sentido um lixo muito mal nao achava que poderia piorar cada vez mais como esta acontecendo ANA muito obriga e que DEUS te ilumine e claro ele vai pois pessoas quer dizer ser humano como vc que alem de ter todos os problemas e dificuldades com sua filha achou tempo de dividir seus conhecimentos com que ainda nao compreendeu como eu. muito mas muito obrigada que bom que exite anjoscomo vc irei fazer cada receita com muito carinho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...